Ginásio para todos os tamanhos...

01:00



Hoje vamos falar de ginásios (mais propriamente do Solinca), dietas, pessoas magras, gordas, altas e baixas. Não quero com este post ferir susceptibilidades, quero apenas dar a minha opinião e contar um pouco da minha experiência.

Há diversos tipos de preconceitos um deles é contra pessoas gordas, aliás há pessoas que sofrem de lipofobia (medo e aversão a pessoas gordas) em relação a isso o que costumo dizer, é que se as pessoas se sentem bem com o seu corpo ninguém tem nada a ver com isso, no entanto, se a gordura afecta a saúde psicológica e física de um individuo acho que há medidas a serem tomadas, com a vida não se brinca. Quando estudava era uma pessoa bem popular e tinha a mania que defendia os fracos e oprimidos, por isso, não sofro de preconceitos desse género... Adoro os meus amigos gordos, magros, brancos, pretos, nerds...

Acontece que a luta contra quem é preconceituoso com gordos é bem aguerrida, no entanto, quando dizem "és tão magra... pareces um esqueleto...pernas de alicate..." aí NÓS  magras já temos que tomar isso como um elogio, já não é preconceito... Porque chamar gorda é preconceito mas chamar escanzelada já é um elogio... Posso dizer que sofri e sentia-me envergonhada quando me apelidavam de "pena", sou uma pessoa com um metabolismo super rápido e que o nervosismo e humor afecta o meu peso...

Com o passar dos anos a menina magra foi ficando mais torneada quer pela minha genética, quer pelo desporto que fazia diariamente. Os anos foram passando, novo emprego atrás duma secretária e dei comigo presa no sedentarismo, com dores nas costas e o colesterol bastante elevado. Tinha que fazer algo!!!


Dito isto inscrevi-me em Hidrobike, além de ajudar imenso nas dores das costas ajudou-me a desenvolver um pouco os braços (que são muito muito finos) e a tonificar as pernas. Por questões monetárias entre outros, abandonei a piscina e dediquei-me ás caminhadas esporádicas... Mas confesso que sinto falta de um desporto, de mais actividade, das pernas novamente bem tonificadas e do ego ainda mais cá em cima...

Vai daí e o Solinca vem com promoções de perder a cabeça, ora vejam AQUI , 6 meses de ginásio gratuito* num dos clubes mais perto de vocês, + de 400 aulas semanais e horários alargados fazendo face ás necessidades dos trabalhadores e não trabalhadores...

Dito isto, acho que sou menina para recolher mais informação sobre esta promoção do Solinca e meter os pés ao caminho (como diria a minha avó), preciso sentir-me activa novamente...

Façam desporto pela vossa saúde e não porque é Verão, ou por preconceito, a actividade física faz bem a toda gente, incluindo às Magras...


*Promoção válida em todos os clubes Solinca; pressupõe período mínimo de fidelização; não acumulável com outras campanhas em vigor
** Post publicitário.

Posts Recomendados

3 comentários

  1. Eu há pouco tempo decidi voltar ao desporto, com os nervos engordo e nunca tinha ficado assim, decidi por mão a obra, e não quero ficar toda jeitosa em um mês, mas aos poucos quero lá chegar :D Beijos

    ResponderEliminar
  2. Eu gostava bastante de voltar ao desporto...mas neste momento o tempo não ajuda! Mas realmente concordo contigo..o desporto não é só no verão para ficarmos bem nos bikinis!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ora aprendi uma palavra nova: lipofia.

    É verdade há muito preconceito em relação a tudo. No meu caso pessoal, quando atingi o máximo de peso que tive na vida (69 kgs para 1,55) havia sempre umas espertinhas que nºao tinham qualquer problema em me atirar à cara que estava gorda. Hello, eu tinha espelhos em casa e balança!!! Não precisava que me dissessem o obvio. Mas foi uma fase tão feliz da minha vida. Apesar de mais inchada que um pote, olho para as fotos daquela altura e a felicidade irradia do meu rosto e dos meus olhos.
    Depois lá tomei consciência e comecei as caminhadas e a deixar de comer certas coisas. e o peso desceu. e assim me mantive, mas sempre a ouvir bocas, ai a tua barriga tá grande e o caraças.

    E agora que finalmente se fez o clique e que decidi que havia de emagrecer, para me situar num imc bom para a minha altura, e para vestir as roupas que guardei do tempo de universidade, já me dizem para não emagrecer mais. Ora eu n estou esquelética, muito pelo contrário já que tenho curvas e sempre tive. para ir para o estado de magreza ainda podia perder mais 5 kilos e aí sim, me podiam dizer que estava magra.

    é isso, para os outros temos sempre 1 defeitinho a apontar

    ResponderEliminar

Posts Populares

Facebook