O amor que bate forte cá dentro.

20:36



Talvez depois post vocês me atirem pedras, digam que esta gaja endoidou e já nem diz nada de jeito mas se há posts sobre assédios, piropos entre outros, com aceitação por parte dos leitores, vai daí e até se identificam com o que vou escrever hoje.
Se não gostaram quem sabe não faço um post sobre assedio feminino que sofri há coisa de dias na rua, lol (não faço não).

Certamente já puderam observar que trato a Pandorinha como uma filha, longe vão os tempos em que dizia: "No Natal, quero uma gata branca, se não tiver não quero mais prenda nenhuma", birra de uma marmanjona. Se me perguntarem o porquê de querer uma gata branca, sinceramente nem eu sei bem porquê!
A verdade é que no último Natal lá veio a minha "prenda" a miar por atenção e sem sombra de dúvidas que foi o melhor que já me ofereceram até hoje.
Não era branca, mas mal lhe deitei os olhos percebi que mesmo que fosse roxa não tinha importância nenhuma.

1ª foto

Ela veio numa altura meio desarrumada da minha vida, numa altura em que precisava de algo a que me dedicar. A Pandorinha tinha sido abandonada numa auto-estrada e estava numa loja de animais para ser adoptada junto com outros gatinhos, os meus irmãos escolheram a tartaruguinha no meio de gatos pretos e por ser uma peste que sobressaia bastante.
Ainda me recordo no primeiro dia que a tive, não ter dormido praticamente nada com a preocupação de lhe dar de comer e para ficar a ouvir o ronronar dela enquanto dormitava no meu peito.

Já passaram quase 6 meses e dou por mim a ligar 4 e 5 vezes para casa quando ela anda adoentada, ou então, ir alguns dias para fora e ligar para saber como ela está e com quem tem dormido. Sim porque ela dorme comigo e muitas das vezes encostadinha e agarrada, e acorda-me a meio da noite com uma mega esfoliação facial. lol
Por brincadeira já me disseram algumas vezes: "Se és assim para a gata nem quero ver quando tiveres um filho".

Alguns tipos de amor simplesmente não se explicam, sentem-se e isso basta, e este é um deles.
Há quem ame mãe, pai, marido, amigos, filhos, plantas, uma mala, uns sapatos, etc. Eu amo muitas coisa e a minha Tartaruguinha sem dúvida que é uma delas.

Acabou o momento piroso, lamechas, fatela, sei lá mais o quê... :)


Posts Recomendados

15 comentários

  1. Esse bichinho teve uma sorte danada em ter uma dona assim :) não te atiro pedras mas atiro-te beijinhos ^.^ aguardo aviso de recepção ;)

    ResponderEliminar
  2. Tenho acompanhado o crescimento da Pandorinha através das fotos que publicas e está linda! Já gostava antes de ti, mas ao ver como tratas a gatinha a minha consideração aumentou e muito. Para descobrir o carácter verdadeiro de alguém é ver como tratam os animais que não exigem nada em troca! Como disseste há coisas que não se explicam e o amor é uma dessas! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente por saber querida :) Muito obrigada pelas palavras.

      Beijinho

      Eliminar
  3. E também falas com ela de forma meia parva? Diz-me que sim só pra eu não me sentir tão só. Do tipo: "anda cá, coisa mai'linda da sua dona". Sim, eu falo com a minha de forma parva :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falo muito mesmo lol "Quem é a pitolicas mais linda da mamy?" XD loooooool

      Eliminar
  4. O amor não se explica..... sente se e pronto ;)

    ResponderEliminar
  5. É tão lindinha a minha sobrinha :3
    Sei bem do que dizes, sinto exactamente o mesmo, quando parti a perna e estava no hospital internada num momento de sonambulismo levantei-me peguei no tlm e pus-me a chamar a cadela mas que lol eles são sim como filhos para nós e o amor que eles tem por nós é incondicional <3 <3 <3

    Bixuuuuuuuuss
    *************

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol depois a doida sou eu xD

      Sem dúvida e eles dão mais cor aos nossos dias. <3

      Beijinho

      Eliminar
  6. eu não te vou criticar, antes que penses... não sou pessoa de ter animais, acho que é da minha educação, e honestamente irrita-me um pouco a atitude que algumas pessoas têm em relação a eles... dito isto, em conta e medida pode ser algo super fofinho de ver e assistir =)

    xoxo

    ResponderEliminar
  7. Não foi um post piroso. Eu também tenho um gato e gosto muito dele, pude me rever em ti quando li a publicação :)

    Um Café e um Blog

    ResponderEliminar
  8. Também trato o meu gato como o meu bebé hahaha
    A nossa sobrinha está cada vez maior e bonita, que riqueza :D
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Posts Populares

Facebook