Numa Floresta Muito Escura

22:25

O Dia Mundial do Livro é já amanhã como tal, nada melhor do que vos falar um pouco sobre o thriller psicológico "Numa Floresta Muito Escura" de Ruth Ware, que terminei recentemente de ler.

Tendo em conta que apenas leio um pouco antes de me deitar, acabei o livro a uma velocidade recorde de três dias. A leitura é bastante simples e à medida que folheamos as páginas a curiosidade aumenta e não conseguimos parar.
Sinopse:
" Uma mulher solitária recebe um convite inesperado para a despedida de solteira de uma amiga que não via há muito tempo. Relutantemente, ela aceita participar na reunião de amigas, algures numa casa isolada na floresta.Quarenta e oito horas depois, Nora acorda numa cama do hospital. Está ferida mas não se recorda exactamente do que se passou. Sabe, no entanto, que alguém morreu. O que fiz eu?, pergunta-se ela, consciente de que algo muito grave aconteceu naquela casa na floresta escura, muito escura…" pvp: 17,00€

A história vai alterando entre o presente e o passado, criando um ambiente de muito mistério e curiosidade para quem lê. Começamos por perceber que a protagonista se encontra no hospital, e à medida que a narrativa avança, percebemos os porquês, como e porque foi lá parar.

Nora, personagem principal, é convidada para uma despedida de solteira, de uma colega de faculdade, que decorre numa casa no meio de uma floresta desconfortável. Este desconforto leva-nos de imediato a perceber que a história não vai acabar bem.

Muitos segredos obscuros, emoções fortes, amizades quebradas e desconfianças... Estes são os ingredientes que esperamos de "Numa Floresta Muito Escura".


Posts Recomendados

0 comentários:

Enviar um comentário

Posts Populares

Facebook